NDI – A nova era da produção ao vivo

Tecnologia Broadcast

O NDI da NewTek é um protocolo aberto padrão que qualquer pessoa pode implementar para conectar com qualquer equipamento de vídeo em sua rede. Seu alternador de produção, sistema de captura, servidor de mídia – qualquer dispositivo com NDI habilitado na rede – pode ver e acessar o conteúdo de todos os outros dispositivos, permitindo que mais fontes sejam usadas na produção ao vivo.

Esse sistema foi projetado com uma base sofisticada que pode enviar e receber amplas quantias de informação usando um padrão familiar: a LAN Ethernet. Com o desempenho e eficácia de codificação sem precedentes do NDI, redes padrão podem rapidamente enviar e acomodar de forma eficaz múltiplos streams de vídeo simultâneos, de alta qualidade e com latência muito baixa.

Toda linha Videomart tem a integração NDI (Network Device Interface), tecnologia que possibilita integração da saída de um vídeo entre um equipamento e outro, como o TV Play e Tricaster, dentro de uma mesma rede local. Confira abaixo um vídeo onde o diretor de tecnologia da Videomart, Marcos Bolais, esclarece a importância deste recurso para o novo padrão de produção da indústria broadcast.

Integração NDI com TV Link
Integração NDI com TV Link

 

Nova lente Canon é a primeira da marca com zoom silencioso para vídeos

Lentes possuem motor interno para dar zoom em silêncio durante gravação de vídeo

A Canon está trazendo para o Brasil seu novo modelo de lente com zoom silencioso para vídeos. A EF 24-105mm f/3.5-5.6 IS STM foi projetada para atender fotógrafos amadores e profissionais, sendo a primeira da marca a oferecer sensor full frame com motor de foco automático que altera distância durante gravações sem barulho.

A lente pode ser usada tanto como grande-angular como retrato, para objetos próximos. O acessório também é equipado com um estabilizador óptico de imagem com quatro pontos diferentes de correção para a velocidade do obturador, combinando duas lentes asféricas e uma UD para melhorar a qualidade de fotos e vídeos.

O novo modelo da Canon possui um CPU interno de alta velocidade que usa um algoritmo aprimorado para aumentar a velocidade de AF. Por fora, o acessório traz um design compacto, agrupando as lentes de forma a não perder desempenho, com sete lâminas de abertura circular que melhorar o equilíbrio de cores e minimizam efeitos indesejados como ghosting e flares.

A lente possui abertura focal de 24-105 mm, abertura máxima de 1:3.5-5.6, visão angular entre 84º e 23º20′, sistema de foco interno, distância de foco máximo de 0,4 m e filtro de 77 mm. Ela mede aproximadamente 83,4 x 104 mm, pesando 525 g.

Teradek destacará os Bolt 3000 e 1000 no IBC 2016

Novos sistemas de transmissão sem fio permitem operar na faixa dos 20 MHz com capacidade de trabalhar em resolução 1080p60

Fruto de um trabalho de pesquisa e desenvolvimento de dois anos, a Teradek anunciou que apresentará no IBC 2016 dois novos sistemas de transmissão sem fio, o Bolt 1000 e o 3000, que prometem oferecer zero de latência para transmissões até Full HD 1080p60.

Muito parecidos nas suas configurações, ambos os transmissores oferecem conectividade 3G-SDI e HDMI em um chassi totalmente remodelado, reduzindo seu tamanho e peso em aproximadamente 20% e com placas coloridas desacopláveis para facilitar na identificação dos dispositivos pareados. São 11 canais na faixa dos 40 MHz com seleção manual de frequência, permitindo que cada transmissor se conecte com quatro receptores diferentes.

Com funcionalidade de reconexão automática em caso de falha de rede, suporte à metadados, timecode e 3D LUT, o sistema também incorpora a tecnologia USB 3.0 GRAB Engine no receptor, permitindo que ele seja conectado diretamente à um computador para gravação.

Além disso, o modelo Bolt 3000 possibilita trabalhar com 24 canais na faixa dos 20 MHz, para que mais sistemas wireless funcionem ao mesmo tempo em um mesmo local. O novo top de linha também pode operar com dois canais DFS (seleção de frequência dinâmica), permitindo a transmissão de vídeo sem interferência.

Para mais informações, acesse o site da Teradek clicando aqui.

Canon 5D Mark IV com vídeo 4k será anunciada

Pelo que eu pudemos conferir pelo site Canon Rumors, o anúncio do lançamento deste modelo de câmera tão esperado, está programado para agosto deste ano (2016).  A Câmera Canon 5D Mark IV, ainda está em fase de testes principalmente na parte do hardware da câmera, que já está finalizada mas ainda necessita alguns ajustes. A Canon convidou um grupo seleto de fotógrafos para testa-la, e com estes testes  fazer exatamente os respectivos ajustes na câmera. Apesar da Canon não dar muitos detalhes, foi passada algumas especificações da Canon 5D mark IV, relacionadas com as características  na gravação de vídeos:

  • Está confirmada a gravação interna da câmera digital, da resolução de imagem 4K.
  • O frame rate de 120 fps em 1080P .

Canon 5D Mark iV

Ha uma especulação que o nome da Câmera Canon 5d Mark IV mude para Canon 5X, mas por enquanto é especulação. Segue abaixo as possíveis especificações  da Câmera Canon 5D Mark IV:

 

  • Sensor full frame 24.2 MP
  • AF 61 pontos (41 CrossType)
  • Procesador DIGIC 7+ (Individual)
  • Disparo continuo 7fps
  • ISO 100-51,200 (opções expansíveis)
  • LCD touchscreen 3.2 “
  • slots para cartões CFast / SD
  • Wifi built-in
  • GPS embutido
  • Grip de bateria BG-E20
  • Bateria Canon LP-E20
  • E uma redução ligeira de peso

Fonte: Blog Emania

Globo estreia conteúdo em 4K HDR

Novela “Ligações Perigosas” já está disponível na plataforma Globo Play. Abertura dos Jogos Olímpicos também será ofertada com a tecnologia.

A Globo anunciou nesta segunda-feira (18) o lançamento do seu primeiro produto com a tecnologia HDR e em 4K. A novela “Ligações Perigosas”, que fez grande sucesso na TV aberta, já está disponível na plataforma Globo Play. Outras plataformas de VOD, como o Netflix e a Amazon, já tem seus próprios conteúdos com 4K HDR, porém a Globo é a primeira emissora à ofertar este tipo de conteúdo em todo o mundo.

O High Dynamic Range oferece imagens com mais definição de cores e maior relação de contraste para oferecer imagens mais claras e próximas do mundo real.

“A Globo tem o DNA de inovação. A gente está sempre buscando a melhor tecnologia para proporcionar a melhor experiência para os nossos consumidores”, diz Raymundo Barros, diretor de tecnologia da TV Globo. “Nós temos absoluta certeza que ela estará na casa de todos os brasileiros no futuro. Esse futurovai acontecer mais rápido, ou mais lento, dependendo da evolução tecnológica, da questão econômica, mas ele chegará. Quando ele chegar, já estaremos pronto”, ressalta.

Para assistir o conteúdo, é preciso ter uma televisão compatível, além de um banda mínima de 30 à 32 Mbps. Outras produções já estão cotadas para serem disponibilizadas em HDR, como “Dupla Identidade”, primeira exibida em 4K, além de “Justiça”, a versão internacional de “SuperMax” e “Vade Retro”, co-produção com a O2. Além disso, a Globo fará a abertura dos Jogos Olímpicos utilizando HDR.

Sony inaugura estúdio para demonstrar capacidades de produção ao vivo com infraestrutura IP

Localizado no Pinewood Film Studios do Reino Unido, estúdio servirá de plataforma de testes e treinamentos em ecossistemas IP

A Sony inaugurou no último dia 17 um estúdio dedicado à produção ao vivo com infraestruturas IP, como parte do centro de formação e excelência Digital Motion Picture Centre Europe (DMPCE) na Pinewood Film Studios do Reino Unido. O novo estúdio IP proporcionará um completo ecossistema IP e servirá como centro de formação e local de testes para a interoperabilidade com outros fabricantes.

Produtoras e grupos de mídia precisam já há muito tempo de uma oportunidade de experimentar em primeira mão um sistema de produção ao vivo baseado em IP para testes. Agora, a Sony é capaz de oferecer um centro de formação de referência e uma ferramenta prática para difundir o conhecimento e a experiência IP.

O estúdio demonstrará o que o setor pode alcançar, já que contará com a escalabilidade e vantagens da Network Media Interface da Sony, que oferece trocas de áudio, vídeo e metadados HD e 4K com baixa latência e sem ruído, através de infraestruturas de rede padrão.

Segundo a fabricante, o estúdio servirá como “playground” para aqueles sócios que fazem parte da IP Live Alliance, já que permitirá que eles conectem suas próprias equipes com o sistema Sony. Graças à variedade de kits e softwares compatíveis com o padrão IP, que segue crescendo em todo o setor, a plataforma do DMPCE permitirá aos parceiros garantir aos seus clientes a possibilidade de interagir com distintos fluxos de trabalho com a ajuda da tecnologia da Sony. A Sony já estabeleceu uma primeira lista de parceiros com 50 membros da IP Live Alliance que poderão usar o estúdio para ir mais além dos testes de conceitos habituais, demonstrando a interoperabilidade e funcionalidade de seus produtos em um ambiente real.

“Desde qua apresentamos nossas primeiras soluções compatíveis com IP em 2012, nós temos trabalhado com parceiros e clientes para tornar o IP uma realidade operacional em ambientes de produção ao vivo. Nosso foco foi testado e comprovado no setor e representa a base do fluxo de trabalho de produção ao vivo de clientes como a TV Globo, CNN Adria e a PSNC”, comentou Norbert Paquet, responsável de marketing estratégico da Sony Professional Europa. “Até agora, os padrões e alianças foram centrados unicamente em alguns dos desafios da produção IP ao vivo. O nosso estúdio é, portanto, uma oportunidade para que nossos clientes testem e interajam com um fluxo de trabalho IP completo, além de experimentar a incrível interoperabilidade que oferecemos”, ressalta.

Para o executivo, o IP é uma boa alternativa de investimentos frente à multiplicidade de formatos e resoluções surgindo porque permite escalonar os sistemas segundo as necessidades de cada momento, além de oferecer um retorno de investimento maior, já que a infraestrutura pode ser reutilizada em aplicações de TI comuns. Outra grande vantagem, ao seu ver, é a possibilidade de virtualização de instalações, com a consequente economia de custos com pessoal e recursos.

Assim, Paquet acredita que o estúdio atende todas as camadas necessárias para produção IP ao vivo exigidas pela União Europeia de Radiodifusão (UER). Além disso, o estúdio é uma proposta baseada em padrões abertos (LSI / FPGA IP Core / API & SDK), o que oferece suporte para soluções de centenas de fabricantes.

A visão da UER

Hans Hoffman, gerente sênior de produção de mídia da União Europeia de Radiodifusão, também participou da inauguração do estúdio, destacando as necessidades dos broadcasters relacionados à infraestrutura IP. Segundo ele, é preciso flexibilidade e novos fluxos de trabalho, além de poder escalonar a infraestrutura segundo as necessidades momentâneas, podendo projetar infraestruturas com componentes das fabricantes que desejarem.

Hoffman também enfatizou que “diante do SDI, dedicado e simples, agora nós enfrentamos uma troca de mentalidade que passa de pensar em dispositivos e equipamentos para pensar em plataformas, levando em conta as diferentes camadas de infraestrutura, aplicações e operação”.

O executivo também ressalta a importância da padronização do IP baseado na Joint Task-Force on Networked Media (JR-NM), uma força tarefa com mais de 300 participantes de 175 organizações que visam desenvolver padrões para produção baseado em infraestrutura IP.. “É imprescindível proteger os investimentos dos broadcasters, incorporando novas funções à tecnologia existente. Estou convencido que o setor viverá uma verdadeira revolução visando a virtualização e infraestruturas na nuvem”.

Um futuro presente

Toshihiko Ohnishi, presidente executivo da Professional Solutions Group, divisão da Sony Professional, ressaltou que já são 50 companhias que estão dando suporte a proposta da Sony para o IP. Como exemplo do futuro que está por vir, o executivo destaca a recém-anunciada unidade móvel IP/4K que a Sony desenvolveu para a TV Globo, a ser usada na cobertura dos Jogos Olímpicos deste ano. A unidade móvel será destaque da próxima edição (64) da Revista Panorama Audiovisual, fique ligado!

Ecossistema

O sistema de captação do estúdio que está em exposição no DMPCE incorpora a câmera HD/4K HDC-4300 da Sony e o processador de banda base BPU-4500, que trabalham de forma conjunta com as placas de conversão de SDI para IP NXLK-IP40F e uma infraestrutura de rede de última geração. A lista de fabricantes que contribuem para a interoperabilidade do estúdio inclui Cisco, Evertz, EVS, Imagine Communications, Juniper Networks, Tektronix e TSL.

No centro serão demonstrado funções operacionais e tecnológicas como captação de conteúdo HD e 4K, switching de vídeo, grafismo em tempo real, interoperabilidade da Network Media Interface e roteamento dinâmico, tudo baseado em IP.

Esse espaço de demonstração foi projetado para engenheiros de produção ao vivo, técnicos de estúdio ao vivo, produtoras e broadcasters. Projetado para técnicos e engenheiros de produção ao vivo, produtoras e emissoras, o estúdio já está aberto à visitação através de agendamento neste link.

fonte: Panorama Audiovisual

Emissoras japonesas usam soluções Belden e Soliton nos Jogos Olímpicos

Foccus Digital oferecerá suporte técnico e peças de reposição para operações locais das emissoras

A Foccus Digital, em parceria com a Belden e Soliton, anunciam que seis grandes emissoras japonesas, incluindo a Tokyo Broadcast System, a TV Asahi e a TV Tokyo, utilizarão a solução de transmissão móvel Smart-telecaster Zao H.265 como parte das suas operações locais durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

O Smart-telecaster Zao é um codificador H.265 que permite incorporar até seis modens 3G, 4G, LTE e Wi-Fi para oferecer eficiência e estabilidade na transmissão de vídeo em qualidade 1080i em 59.94/50 fps. Segundo a Foccus, o sistema Smart-telecaster Zao foi amplamente testado nos principais locais olímpicos em todo o Brasil, fornecendo vídeo digital de alta qualidade, mesmo nos locais mais desafiadores.

Além disso, uma equipe especializada de engenheiros do Japão (Soliton) e do Brasil (Foccus Digital) estarão oferecendo suporte no local para garantir a alta qualidade de transmissão.

A Belden figura como outro importante parceiro da Foccus Digital para garantir a infraestrutura básica e de cabeamento. A empresa oferecerá desde cabo coaxial de vídeo, multi-condutor de áudio, soluções triax, SMPTE até a solução autonôma de conectividade de fibra optica da linha Brilliance com entrega imediata às empresas japonesas que farão a cobertura dos jogos no Rio de Janeiro.

Fonte: Panorama Audiovisual

Conheça cinco câmeras de ação para fazer vídeos em 4K

Uma câmera de ação é ideal para quem pratica esportes, gosta de aventuras ou quer registrar fotos e vídeos com um equipamento mais resistente. Para melhorar a captura de imagens, um modelo com gravação em 4K pode ajudar. Alguns aparelhos à venda já são equipados com tecnologia Ultra HD e permitem registrar momentos especiais em alta resolução.

Confira a lista com cinco opções de câmeras de ação que filmam em 4K e veja o melhor aparelho para você. A maioria dos modelos também é à prova d’água, ou oferece case de proteção. Caso ainda esteja na dúvida se vale investir em um dispositivo com gravação em UHD.

1) ONN A05

Câmera de ação ONN, do Walmart (Foto: Luciana Maline/TechTudo)
Veja a lista com câmeras de ação com algumas disponíveis no Brasil (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

O destaque da câmera de ação ONN A05 é o preço. O modelo é o único encontrado em lojas nacionais por menos de R$ 1 mil. O aparelho grava vídeos em 4K e registra fotos em 15 megapixels. Estão disponíveis conectividades Wi-Fi, micro USB, mini HDMI e compatibilidade para cartão de memória.

A lente tem visão de 170 graus e no design está um visor LCD de 2 polegadas. Nas dimensões estão 60 x 40 x 30 mm com peso de 440 g. A action cam é compatível com dispositivos Android e iOS via aplicativo. Quando equipada com a caixa estanque, a câmera aguenta até 30 metros de profundidade.

2) Stylus TG-Tracker 

Câmera de ação da Olympus registra vídeos em 4K e fotos em 8 MP (Foto: Divulgação/Olympus)
Stylus TG-Tracker registra vídeos em 4K e fotos em 8 MP (Foto: Divulgação/Olympus)

A câmera esportiva da Olympus oferece gravação de vídeos em 4K e registra fotos com qualidade de 8 megapixels, equipada com sensor CMOS. A lente é Wide com 204 graus e não precisa de caixa estanque ou acessórios extras para usar embaixo d’água, segundo a fabricante. No design, a câmera é à prova d’água com resistência de até 30 metros de profundidade e aguenta impactos (quedas) de até 2,1 metros.

Há compatibilidade com sistemas móveis Android e iOS (iPhone) para receber fotos e vídeos. Entre as conectividades, o modelo vem com Wi-Fi e GPS.

3) GoPro Hero 4 Black Edition – R$ 1.999

GoPro Hero 4 Black (Foto: Luciana Maline/TechTudo)
Hero4 Black Edition registra vídeos em 4K (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

O modelo da GoPro faz vídeos em resolução 4K com 30 fps e tem lente grande angular. As fotos têm qualidade de 12 megapixels e a câmera é compatível com cartão microSD. O áudio é capturado de forma mais limpa, com duas vezes mais alcance de microfone. Entre as conectividades, há Wi-Fi, Bluetooth, entradas HDMI e USB. A bateria de 1.160 mAh tem duração máxima de 3 horas no modo 720p.

A action cam também oferece funções de Time Lapse, modo SuperView, que explora a lente grande-angular com fotos mais imersivas, e ajustes de iluminação para diversos tipos de ambientes. Com design à prova d’água (em até 40 metros), o dispositivo mede 60 x 40 x 20 mm com peso de 83 g.

4) Sony Action Cam FDR-X1000V – R$ 2.249

Action Cam da Sony registra vídeos em 4K e tem lentes Zeiss (Foto: Divulgação/Sony)
Action Cam da Sony registra vídeos em 4K e tem lentes Zeiss (Foto: Divulgação/Sony)

A câmera de ação da Sony vem com lentes Zeiss, faz gravação em 4K, com ângulo de visão ampla de 170º, e imagens de 8,8 MP. A estabilização de imagem SteadyShot permite registros mais nítidos e o sensor Exmor R ajusta na captação de luz. O modelo tem microfone estéreo integrado, funções para captura de movimento rápido e transmissão ao vivo via Ustream.

Estão integrados o Wi-Fi, Bluetooth, GPS e entrada para cartões. O design é resistente à impactos e à água (dentro da case de proteção) em até 10 metros. As medidas ficam em 88,9 x 51,7 x 24,4 mm com peso de 114 g.

5) TomTom Bandit 

Câmera de ação TomTom faz vídeos em 4K e fotos em 16 MP (Foto: Divulgação/TomTom)
Câmera de ação TomTom faz vídeos em 4K e fotos em 16 MP (Foto: Divulgação/TomTom)

A câmera de ação da TomTom tem resolução 4K para vídeos em alta qualidade e faz fotos em 16 megapixels. O dispositivo permite fazer edições, registrar em time lapse e câmera lenta e vem com microfone integrado. Quando o assunto é conectividade, estão disponíveis Bluetooth, Wi-Fi, GPS e USB 3.0.

O modelo é à prova d’água e com a capa de mergulho aguenta até 40 m de profundidade. A bateria de 1.900 mAh registra 3 horas sequenciais de vídeos, em gravação Full HD. As medidas da câmera de ação ficam em 94 x 52 x 38 mm com peso de 190 g.

Fonte: Techtudo

Cinemartin Teo: monitor, gravador e streaming ao vivo em 4K

Equipamento “tudo em um” permite gravar até 2160/30p em 4:4:4 sem compressão

Depois do sucesso do software de codificação Cinec, a empresa espanhola Cinemartin entra agora em um novo mercado com o lançamento do Teo, um equipamento que reúne monitoração, gravação e streaming em um único dispositivo. Além do monitor AMOLED tátil compacto de 5.7” (2560×1440), o novo Teo é um gravador RAW/sem compressão 4K 4:4:4 a 8 ou 10 bit, podendo transcodificar automaticamente para formatos ProRes e H.265 para fazer a retransmissão do vídeo em tempo real para um computador.

O monitor QHD permite um ângulo de visão de até 160 graus com grande luminosidade graças aos seus 550 NIT. Suporta resoluções de gravação indo de 720p/60 à 2160p/30 e além de gravar em 4:4:4 também permite selecionar entre os modos 4:2:2 e 4:2:0 a 8 ou 10bit. Também suporta LUT/3D-LUT e inclui ferramentas de assistência à visualização como vectorscope, colorgram e waveform.

Apesar das suas dimensões reduzidas (14x10x5 cm), o Teo é um poderoso computador com um processador Intel Core Skylake, 16 GB de memória RAM DDR4 (ampliável até 32 GB) e um cartão SSD interno que vai de 250 GB a 2 TB. Com a utilização de bateria Canon ou Sony oferece autonomia de funcionamento de mais de 3 horas.

Quanto à conectividade, dispõe de quatro portas USB 3.0, Wi-Fi, Bluetooth, NFC, GigaEthernet, entrada e saída HDMI e uma entrada para leitura e gravações em cartões SDXC.

Para mais informações, acesse o site da Cinemartin clicando aqui ou veja o vídeo em inglês abaixo.

Fonte: Panorama Audiovisual

Panasonic apresenta câmeras Varicam LT e AK-UC3000 com capacidades 4K para estúdio

Novos produtos expandem linha 4K da empresa.

A fabricante japonesa Panasonic, aproveitou a NAB Show 2016 para ampliar sua linha de produtos 4K com a introdução da nova série UX, a Varicam LT 4K e a câmera para estúdio AK-UC3000 4K. Outra novidade anunciada durante o evento é a parceria estratégica com a Canon para a promoção da tecnologia de infraestrutura IP.

Começando pela novidade para estúdio, a AKUC3000 é uma câmera que pode ser utilizada em modo 4K e HD com altíssima sensibilidade e baixo ruído. Além disso, o produto traz as mesmas funções apresentadas no modelo convencional, como DRS e CineGama, além de novas funcionalidades com foco-assist, compensação de bandas de flash e redução de distorção que são alcançados graças à melhoria do sensor MOS.

Em combinação com a unidade de controle de câmera AK-UCU500, o sistema é capaz de oferecer imagens 4K e transmissão de grande distância sem compressão. Também está disponível para seu uso junto a este produto o painel de envio remoto AK-HRP1000/HRP1005, que integra um LCD colorido para proporcional a visibilidade de tela para garantir um controle fluído. A câmera e a unidade de controle podem se conectar para realizar transmissões de snal de vídeo em longa distância (até 2km) quando há alimentação para a unidade de controle. O painel de envio à distância e a câmera podem se conectar por um cabo proprietário. 

Varicam LT 4K

Já sobre a nova Varican LT 4K, trata-se de um produto que já está disponível para venda e traz o mesmo sensor da popular Varicam 35. Este modelo leve e compacto conta com muitas das características da Varicam 35 4K, como a capacidade de gravar em 4K nativo (4096 x 2160) e em UHD (3840×2160) e oferece alta sensibilidade, baixo nível de ruído, grande amplitude dinâmica e profundidade de campo típica de cinematografia.

Para conservar o aspecto da VariCam, a LT incorpora um sensor MOS de um único chip de 35mm, originalmente desenvolvido para a Varicam 35, e oferece uma amplitude dinâmica igualmente ampla. Esta característica garante uma representação precisa das imagens do conjunto, desde as áreas mais escuras até as mais claras.

O sensor incorpora dois ajustes ISO nativos de 800 e 5000, enquanto que seus circuitos analógicos integrados oferecem mais sensibilidade sem ruído adicional. A Varicam LT permite trocar o encaixe EF padrão de fábrica por um PL opcional. Por fim, a câmera grava 60 fps em 4K e incorpora um modo de crop de sensor central, que permite 240 fps para câmera lenta em HD ou 2K.

Fonte: Panorama Audiovisual