Conheça a tecnologia NDI

O que é NDI?
NDI é uma tecnologia que possibilita a transmissão e recepção de sinais de video HD em múltiplos canais via rede LAN gigabit.
Foi criada pela Newtek e disponibilizada como “Open Source” para a comunidade broadcast.
Com o emprego do NDI é perfeitamente possível utilizar diversos tipos de fonte de video como cameras, playouts e switchers disponíveis na rede interna em equipamentos compatíveis com a tecnologia.

Quais as novas possibilidades com o emprego da tecnologia NDI?

Receber múltiplas entradas de vídeo disponíveis na rede local incluindo cameras, telas de Desktop de computadores e suas infinitas possibilidades, exibidores de vídeo, editores de vídeo emuito mais, como se fossem entradas tradicionais de vídeo como SDI ou HDMI.
Interfaces de audio como ASIO USB ou placas de aúdio também podem ser compartilhadas via rede.
Toda a linha de equipamentos produzidos pela Videomart empregam esta tecnologia de forma pioneira no Brasil.
Com a tcnologia NDI é possível ter um TV-Switcher ou TVPLAY-MASTER entradas NDI como cameras, TVLINK ou TVPLAY de qualquer modelo.

O NDI funciona em uma rede WIFI?
Como regra base é recomendado um fluxo de 100 Mbit para cada canal de vídeo HD 1080P.
Grande parte dos roteadores WIFI possuem uma banda de 20 Mbits, nestas condições haverá redução de frame rate impostas pela limitação de banda.

É possível empregar equipamentos de outras marcas como entrada ou saída para sistemas da linha Videomart?
Sim, todos os nossos produtos dotados da tecnologia são perfeitamente compatíveis com equipamentos que suportam o NDI, incluindo o Tricaster da Newtek.

Tecnologia Broadcast

Entendendo as aplicações da tecnologia NDI

Entendendo sobre as aplicações da Tecnologia NDI ( Network Device Interface) desenvolvida pela Newtek

O processo de download não é direto, pois requer um registro do usuário para ter acesso ao próprio download da aplicação.

Mas, de que se tratam essas aplicações?

Levar em conta que muitos dessas aplicações são “problemas” que foram resolvidos nas versões anteriores, o usuário utilizava o Tricaster propriamente dito e agora ao instalar a versão Advanced Edition NDI torna-se parte de um fluxo de trabalho diferente, por isso, temos que saber para que serve cada uma das aplicações.

Vamos dar-lhes uma breve descrição e deixarmos um link correspondente a cada uma delas.

connect

image010

Instale grátis o NDI Connect em um computador compatível na mesma rede que o Tricaster, aceita qualquer câmera, VTR, dispositivo de captura, ou pode aumentar o número de câmeras com uma webcam local.

Qualquer fonte compatível conectada a seu computador com NDI Connect instalado pode ser configurada para que esteja disponível em seu Tricaster e outros sistemas NDI na rede.

Esta aplicação de produção NDI é um software que permite a você configurar seu computador “anfitrião” como um servidor de vídeo de dois canais, com áudio estéreo e suporta para placas de captura AJA, Blackmagic Design, Matrox e outros fabricantes. Qualquer sinal que estiver alimentando as entradas ou saídas através da placa de captura pode se encontrar disponível como uma fonte de vídeo na rede para Tricaster e outros sistemas NDI para produções ao vivo. E o canal de vídeo NDI pode ser também configurado para incluir uma câmera web local em seu programa, expandindo as fontes de vídeo e conectividade.

DOWNLOAD

isocorder

image014

Expande suas capacidades de gravação multicanal para capturar mais produções, arquivos de mídia, e imagens em bruto com a poderosa captura das fontes da tecnologia NDI. Instale está aplicação gratuita em qualquer estação de trabalho conectada com a rede para gravação ISO Multicanal de fontes NDI. Newtek NDI IsoCorder codifica vídeo em alta resolução em formato Quicktime que é universalmente compatível com praticamente qualquer plataforma de aplicação, e com o armazenamento e capacidade adequados permitindo virtualmente uma quantidade limitada de gravações ISO remotas.

Descanse tranquilo sabendo que seus eventos e fontes tenham sido gravados e armazenados de maneira segura em formatos de alta qualidade que podem ser facilmente lidos como arquivos de vídeo por praticamente qualquer aplicação.

NDI IsoCorder suporta a captura de vídeo e quadros fixos de até 2 fontes NDI, incluindo até 8 canais de áudio com controle independente dos grupos de gravadores.

DOWNLOAD

 

Tools Pack

image018

Inclui 5 poderosas aplicações de produção NDI para ajudar a mover seus eventos até o seu espaço de trabalho de vídeo baseado em IP. Com só um download gratuito você obterá 5 aplicações distintas que o ajudarão a manusear suas fontes NDI, produzir com mais conteúdo e habilitar mais arquivos de mídia como fontes.

 

NDI Group Manager

Organize suas fontes NDI em grupos e determine se essas fontes serão publicas ou privadas em sua rede. Proporciona fazer visíveis suas fontes NDI para qualquer sistema ou dispositivo em sua rede, ou para um grupo particular. Você também poderá determinar as fontes NDI e grupos de seu sistema que serão visíveis e acessíveis durante a produção.

 

NDI Scan Converter

Tenha vantagem de um fluxo de trabalho de produção IP com o poder de usar mais conteúdo em seus eventos.

Expanda por completo seu fluxo de trabalho, virtualmente, com NDI Scan Converter. Instale em laptops e computadores de escritório, em qualquer lugar de sua rede, e o ambiente de trabalho ou qualquer combinação de ventanas, aplicações, câmeras web, ou tela completa passa a ser uma a mais de fontes de vídeo disponíveis no switcher, sem afetar outras ações que podem ocorrer nesses computadores durante a produção.

 

NDI Test Patterns

Equipe seu sistema o dispositivo com a possibilidade de enviar um sinal de referência para outro dispositivo NDI em sua rede, para calibrar o áudio e vídeo. Instale esta aplicação e eleja entre uma grande variedade de padrões de prova, Color Bar, e tons de áudio para assegurar a reprodução apropriada de cores e níveis de áudio.

 

NDI Vídeo Monitor

Transforme qualquer laptop ou computador de escritório em um Monitor de Vídeo NDI. Instale está aplicação, logo selecione a fonte NDI visível em sua rede e observe o fluxo de vídeo em tempo real em uma janela dedicada em sua área de trabalho.

NDI VLC PLUGIN

Habilite mais conteúdo, em mais formatos, distribuindo clips de vídeo à rede diretamente desde sua área de trabalho com o Plugin NDI VLC. Reduza o tempo e esforços dedicados a transcodificar e transferir arquivos para produções ao vivo, ignore os transtornos e custos para converter sinais de dispositivos, e acesse o conteúdo para seus programas que de outra maneira que não seria possível. E todo ele transcodificado, distribuído e disponível sobre uma conexão rede GigaE Standart.

DOWNLOAD

ndi Airsend

 

Integre a seu fluxo de trabalho NDI as soluções de rede para desenvolvedores Newtek que suportam a tecnologia de rede Airsend. Está Aplicação gratuita habilita o NDI em qualquer sistema de terceiros, dispositivos, ou aplicativos que usem o Airsend para enviar vídeo ou gráficos sobre IP, sendo visíveis e acessíveis esses fluxos para qualquer sistema de produção NDI na rede, e unindo seu fluxo de trabalho de vídeo em rede existente com o revolucionário fluxo de trabalho para produção NDI

DOWNLOAD

todos_os_tipos_de_microfones

Categorias básicas de microfones

Diferentes tipos de microfones podem ser necessários para o seu projeto de documentário ou vídeo, dependendo das várias maneiras que você estará captando imagens e entrevistas.  Existem três categorias básicas de microfones para produção de documentário e vídeo.

 

Microfone Shotgun

Estes microfones são ótimos para localizar o áudio exato que você quer sem o problema de interferência de áudio do ruído ambiente circundante. O microfone pode ser mantido manualmente usando um pólo de lança ou ligado a um suporte de lança.

 

 

 

 

Microfone de Mão

Estes são tipicamente o que você vê os repórteres locais da TV utilizar.

 

 

 

 

 

Microfone de lapela

Estes são microfones minúsculos, igualmente referidos como microfones lavalier, são usados geralmente em uma situação de entrevista. Estes são ótimos para capturar níveis consistentes de áudio, pois o microfone não se move como um microfone de mão.

 

 

 

 

 

 

Microfones direcionais | Padrões de captura de áudio

Diferentes tipos de microfones reunir som de várias maneiras e existem três (3) padrões básicos de áudio. Entender esses padrões ajudará você a escolher o microfone mais adequado para o seu projeto:

omni-directional audio pattern

 

Omni-direcional – Este é um ótimo microfone de uso geral, reunindo uma ampla gama de sons de todas as direções. Por exemplo, esse tipo de microfone é ótimo para captar todas as vozes em uma discussão de grupo. As câmaras de vídeo operam tipicamente com um micro omnidireccional interno. Para um som de boa qualidade, o microfone deve ser mantido próximo ao objeto.

 

 

 

 

cardioid audio pattern

Cardióide – Assim chamado porque o padrão de pick-up do áudio é um pouco em forma de coração. As fotos de microfone soam principalmente da frente e dos lados do microfone e também um pouco por trás. Microfones de mão usados para coletar notícias geralmente têm este padrão de áudio para o uso mais amplo possível.

 

 

 

 

uni-directional audio pattern

 

 

Unidirecional – Usado em microfones de shotgun, este padrão de áudio é ótimo para focar um som específico e bloquear o ruído ambiente. Por exemplo, este é um grande microfone se você quiser pegar a voz de apenas uma pessoa em uma discussão de grupo ou um ator em uma cena. (Este microfone não é para som longo distante como algumas pessoas pensam) Os microfones unidirecionais são altamente direcionais e devem ser apontados diretamente para o assunto para capturar a melhor qualidade de som.

 

 

 

 

 

 

 

 

Conheça os tipos de lentes para câmeras DSLR

A pergunta que permeia a mente daqueles que compram sua primeira câmera DSLR, na maioria, envolve qual o primeiro tipo de lente que deve ser comprada. Apesar de muitas câmeras digitais já possuírem modelos que compõem seus kits, a ânsia em comprar sua primeira lente é inevitável para fotógrafos de primeira viagem.

Abaixo você confere um pequeno guia sobre os tipos de lentes, suas funcionalidades e indicação de uso.

Lentes Prime ou Foco Fixo

As principais características deste tipo de lente são a qualidade, leveza e preço. Por não possuírem zoom, as lentes prime resultam em imagens com qualidade superior, ou seja, com menos distorção na imagem. Outro fator que influencia na qualidade das fotografias são as aberturas das lentes, no caso da prime podem atingir níveis superiores a f/2.8, o que torna este tipo de lente ideal para ambientes fechados e retratos.

CANON EF 50MM F/1.4 USM (Foto: Reprodução)
Lente Canon EF 50mm F/1.4 USM

Favorita dos fotógrafos, a Lente 50mm indicada para quem deseja adquirir uma lente prime.
techtudo-lente-prime-f1-4-Ozw3l-FlickrFotografia com lente prime tem abertura que varia entre: f1 e 4

Lentes Zoom

Nikon 18-200mm VR (Foto: Divulgação)
Lente Nikon 18-200mm DX VR

Como o próprio nome diz, a lente zoom são indicadas para aqueles que não querem (ou não conseguem) chegar tão perto do conteúdo central da fotografia.

Usadas para fotografar vida animal, esportes ou paparazzi, as lentes zoom são pesadas e muitas vezes exigem o uso de um monopé como suporte.

Outro fator que deve ser observados nas fotografias com lente zoom é a velocidade do obturador. Por serem compridas, estas lentes exigem uma velocidade elevada ou suas fotos sairão tremidas.

Apesar de mais serem mais caras, quando optar pela compra de uma lente deste modelo, vale considerar aquelas que possuem estabilizador interno.

techtudo-lente-zoom-victorvharo-Flickr
Lente zoom da Nikon varia entre 18 e 200mm (Foto: Victor Vasques).

Lentes Grande angular

As lentes grande angulares são ideais para fotografar em ambientes pequenos ou criar imagens em que você precisa de mais cena. Há muita variedade de lentes grande angulares no mercado. As fabricantes (Nikon, Canon, Sony) colocaram no mercado lentes que variam entre 28mm e 50mm.

Nikon 28mm (Foto: Divulgação)
Lente Nikon 28mm

Olho de peixe

Outra lente bem específica e de grande ângulo é a olho de peixe (fisheye), indicada para situações determinadas em que se quer um toque mais artístico.

Nikon AF DX Fisheye-Nikkor 10.5mm f/2.8G ED  (Foto: Divulgação)
Lente Nikon AF DX Fisheye-Nikkor 10.5mm f/2.8G ED

Essas lentes conseguem registrar tudo em um raio de 180 graus.

São voltadas para fotografias de arte, por causa do efeito arrendondado que provoca na foto.

techtudo-lente-fisheye-bigwavedave42-Flickr
Fotografia feita com uma lente fisheye (Foto: Victor Vasques).

Lente macro

Existem diversas formas de produzir uma fotografia macro, entre elas diversos suportes e funcionalidades integradas em outros tipos de lentes para câmeras, mas apenas aquelas com formato macro “legítimas”(ou seja, com proporção 1:1) podem criar closes com qualidade e nitidez de um trabalho profissional.

Canon EF-S 60mm f/2.8 Macro USM Digital (Foto: Divulgação)
Lente Canon EF-S 60mm f2.8 Macro USM

Indicadas para fotografar objetos pequenos, as lentes macros são de foco fixo e variam entre 40mm e 200mm, dependendo da marca fabricante.

Se o objetivo é produzir fotos como a da imagem abaixo, vale a pena investir em uma lente macro de qualidade, como a Lente Canon EF-S 60mm Macro ou a Lente Nikon 55mm.  .

techtudo-lente-macro-Konstantin-Sutyagin-Flickr
Imagem feita com lente macro, específica para capturar motivos a 1cm de distância

Fonte: Techtudo

DESCUBRA AS RELAÇÕES ENTRE A SUA LENTE E O ÂNGULO DE VISÃO

O ângulo de visão é a medida que mostra o quanto de uma cena, ou elemento, uma lente pode absorver. A medida é representada por graus e pode ser feita horizontalmente, verticalmente, ou diagonalmente em uma imagem.

Nesse caso, a distância focal é essencial: lentes com distância focal mais curta são capazes de capturar mais de uma cena em apenas uma fotografia. Enquanto isso, distâncias focais mais longas oferecem uma visão mais limitada. É claro que você pode afastar a câmera da cena para trazer mais elementos à fotografia, ou se aproximar do modelo para preencher mais o quadro da imagem. Outra opção é ficar no mesmo lugar e usar o zoom da lente para aproximar, ou afastar algo do quadro. Independente da sua escolha, o ângulo de visão para a distância focal da sua lente não vai mudar.

O que muda efetivamente, é e relação entre os objetos que estão na fotografia se você e a sua câmera se moverem para mais longe, ou mais perto.

COMO O MOVIMENTO FUNCIONA DE ACORDO COM O ÂNGULO DE VISÃO

– Se você se aproximar da cena a ser fotografada com uma lente grande angular, você vai capturar mais elementos do plano de fundo, do que do assunto principal da imagem.

– Por sua vez, a lente longa se comporta ao contrário conforme você se afasta: ela vai registrar uma porção menor do plano de fundo em relação ao objeto principal.

DISTÂNCIA FOCAL E ÂNGULO DE VISÃO

Quando fotógrafos falam sobre a distância focal de uma lente, o que eles querem focar é no ângulo de visão. Isso porque o ângulo de visão vai determinar como uma cena pode ser enquadrada e composta em uma fotografia.

Dito isso, as lentes mais longas, com distâncias focais de 200 mm, 300 mm e 400 mm oferecem ângulos mais estreitos, o que facilita o isolamento de objetos dentro de uma cena mais ampla.
Porém, há uma desvantagem em ter um ângulo de visão com poucos graus: ao mesmo tempo em que é fácil isolar esses objetos, também é mais fácil perdê-lo dentro de uma cena maior, já que o mínimo movimento da câmera pode causar um efeito dramático e você terá de focar tudo de novo.

Esse problema é ressaltado se você estiver tentando fotografar um objeto, ou elemento em movimento, como fotografar pássaros voando de perto com uma lente de 600 mm.

Já as lentes grande angulares invertem esse problema: as distâncias focais entre 16 e 35 mm são capazes de capturar vários detalhes de uma foto e, consequentemente, fica mais fácil enquadrar e recompor uma cena rapidamente.

ângulo de visão

Mas, como tudo na vida, existe a desvantagem: nesse caso, fica mais fácil registrar elementos distrativos e indesejados, que entram no enquadramento quando você estiver posicionado para fotografar. Desse modo, fica mais difícil destacar apenas um elemento principal dentro de uma cena rica e cheia de “ruídos”.

UTILIZANDO O ÂNGULO DE VISÃO CRIATIVAMENTE

Todas essas características distintas dos ângulos podem ser usadas criativamente nas suas fotografias. Por exemplo, se você estiver em um lugar muito pequeno, onde não há muito espaço para se locomover, você pode usar uma grande angular para conseguir capturar o elemento principal da imagem e o que está em volta dele.

Você também pode brincar com a escala, já que os objetos que estão próximos à câmera vão parecer muito maiores em relação aos objetos que estão distantes dela.

ângulo de visão

COMO ESCOLHER A LENTE CERTA PARA UMA CENA ESPECÍFICA

Quanto mais curta for a distância focal, maior será o ângulo de visão que ela proporciona. Por exemplo, uma lente fisheye de 8 mm pode capturar uma imagem de 180º – se você não tomar cuidado, até o seu pé pode aparecer na imagem.

Por outro lado, as teleobjetivas oferecem um ângulo de visão de apenas três, ou quatro graus.

Tendo isso em mente, fica mais fácil escolher a lente apropriada para a cena que você está retratando.

Problema no autofoco da câmera? Veja dicas de como resolver

O autofoco é uma função muito útil para diversas situações. Se você é iniciante e ainda não se sente seguro para usar o foco manual, a função pode ajudar bastante na hora de fazer boas fotos. Objetos em movimento e situações espontâneas também exigem o uso do recurso. Porém, alguns problemas podem prejudicar o modo automático, atrapalhando fotógrafos iniciantes e profissionais.

O autofoco da sua câmera não está funcionando corretamente? Confira dicas para diferentes situações que prejudicam o recurso e veja maneiras simples de resolver os problemas. O tutorial foi feito com uma Canon EOS Rebel T3, mas os processos são semelhantes em outras câmeras.

Verifique o encaixe dos contatos entre a lente e a câmera

A comunicação entre o corpo da câmera e a lente acontece através de uma série de contatos. Na imagem abaixo, observe os contatos presentes tanto na câmera quanto na objetiva.

Os pinos de contato precisam estar perfeitamente encaixados (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)
Os pinos de contato precisam estar perfeitamente encaixados (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)

Para que o foco automático funcione perfeitamente, é necessário que este contato esteja correto. Por isso, toda vez que você for recolocar a lente na sua câmera, preste atenção no encaixe. A maioria dos modelos possui uma marca que indica o ponto de alinhamento entre as partes. Após identificá-lo, insira a base da lente no corpo da câmera e gire até ouvir um clique.

Pontos de alinhamento para o encaixe da lente no corpo da câmera (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)
Pontos de alinhamento para o encaixe da lente no corpo da câmera (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)

Verificar se não modificaram de AF para MF

Pode parecer simples, mas a distração às vezes atrapalha. Por isso, sempre que quiser fotografar com o foco automático, verifique se a opção está selecionada. Este problema acontece principalmente quando mais de uma pessoa utiliza o equipamento.

Para usar o autofoco a opção AF deve estar selecionada (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)
Para usar o autofoco a opção AF deve estar selecionada (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)

Segurar a câmera de forma correta

Quem não está acostumado a fotografar com câmeras DSLR pode ter um pouco de dificuldade na hora de manuseá-las. Esta falta de intimidade pode causar dois problemas: pressionar o botão de liberação da lente, ou forçar o anel de foco quando estiver selecionada a opção autofoco.

A primeira situação pode atrapalhar no contato entre a objetiva e a câmera, prejudicando o funcionamento do autofoco.

Botão de liberação da lente (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)
Botão de liberação da lente (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)

Já a segunda pode acarretar em problemas mais sérios, pois forçar o anel quando o mesmo estiver travado pode danificar partes internas da lente, como o cabo flex, que garante a movimentação do foco automático. Neste caso, a melhor solução é levar o equipamento em uma loja autorizada ou comprar uma objetiva nova.

Segurar a câmera de forma correta é o primeiro passo para fazer boas fotos (Foto:Divulgação/Nikon)
Segurar a câmera de forma correta é o primeiro passo para fazer boas fotos (Foto: Divulgação/Nikon)

Limpeza dos pinos de contato, da lente e do sensor AF

Muitas vezes a dificuldade do autofoco em encontrar o objeto se deve a sujeira presente em alguma parte da câmera. Lentes sujas geralmente são mais fáceis de identificar e até mesmo limpar, já que esta parte fica mais visível para o usuário.

Porém, é preciso ter bastante cuidado com as partes internas do corpo da câmera e da lente e mantê-las sempre limpas é a melhor forma de conservar o equipamento. Existem alguns kits de limpeza, mas se você achar mais seguro, leve seu dispositivo até uma loja autorizada.

Os pinos de contato e o sensor devem estar sempre limpos (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)
Os pinos de contato e o sensor devem estar sempre limpos (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)

Selecionar o modo AF correto para cada tipo de situação

Os tipos de foco não se limitam ao manual ou automático. Ao selecionar o autofoco são disponibilizadas outras opções que precisam ser avaliadas de acordo com a sua necessidade. Estas possibilidades variam de acordo com cada modelo de câmera. Por isso, é primordial conhecer bem o seu equipamento. A Canon EOS Rebel T3, utilizada na matéria, possui três modos de foco automático: One Shot, AL Servo e AL Focus.

Cada modo de autofoco serve para uma situação diferente (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)
Cada modo de autofoco serve para uma situação diferente (Foto: Raíssa Delphim/TechTudo)

O One Shot é o modo ideal para fotografar objetos estáticos. Isto porque, ao pressionar o obturador até a metade, o sensor focalizará em um único ponto. Caso o objeto se movimente, o foco não o acompanhará.

Já o AL Servo é o oposto. Ideal para fotografar objetos em movimento, esta opção acompanha o foco enquanto você estiver pressionando em meio clique. A área a ser focalizada só é definida quando o botão for pressionado até o fim.

Por último, o AL Focus é basicamente um modo automático dentro do autofoco. A própria câmera vai alternar entre o One Shot e AL Servo, dependendo da necessidade da cena.

Testou todas as dicas acima e o problema no autofoco persiste? Neste caso, o melhor a fazer é buscar a autorizada mais próxima para consertar o seu equipamento de maneira correta.

Via Techtudo

Conhecendo melhor a Blackmagic Cinema – uma das mais aguardadas pelos produtores cinematográficos

Blackmagic Cinema da Blackmagic Design traz uma ferramenta esperada por muitos produtores cinematográficos. Gravando com um sensor de imagem de 2.5K, a câmera é capaz de gravar arquivos RAW 12-bit DNG, assim como os formatos ProRes e DNxHD em drives SSD incorporados removíveis, enquanto produz um alcance dinâmico de 13 pontos. E tudo isso numa faixa de preço nunca vista anteriormente. post02A câmera é alojada num elegante corpo minimalista, construída num bloco único de alumínio. Ela pode ser utilizada na mão ou montada em um sistema padrão de filmagens. A montagem de lente aceita lentes Canon EF e Zeiss ZE,  possui monitor LCD sensível ao toque, oferece monitoração e a habilidade do usuário em adicionar metadados como o número da tomada, nomes de arquivos e palavras chave.

post03Para manipular a saída de vídeo de alto padrão, a empresa inclui uma versão completa do software DaVinci Resolve, seu principal software de correção de cores para Mac e Windows. Também está incluída uma cópia do UltraScope. Quando conectada a um computador, através do Thunderbolt, o software proporciona monitoração de forma de onda tecnicamente precisa e exibição de seis visualizações scopes ao vivo num único monitor. Como tudo foi projetado para proporcionar uma aquisição de alta qualidade, a câmera é perfeita para filmes independentes, comerciais de televisão e produção de seriados para televisão, todas atividades onde a qualidade de imagem é primordial. E sendo acessível, ela também vai encontrar seu caminho para casamentos, eventos esportivos e captura de vídeo musicais.

Alcance Dinâmico
  • Captura com alcance dinâmico super amplo de 13 pontos em arquivos DNG de 12-bit para um visual verdadeiramente cinematográfico
  • Preserva os detalhes tanto em sombras como em picos de luz, e suporta tomadas internas, mantendo os detalhes de todas as imagens capturadas através das janelas
  • Permite a manutenção de todos os dados do sensor e amplia as decisões criativas durante a correção de cores com o DaVinci Resolve

01

Compatível com Montagem de Lente EF
  • Suporta ótica dos principais fabricantes de lentes como a Canon, Zeiis e muitos outros
  • Compatível com lentes com montagem EF e ZE
  • Permite o total controle eletrônico da lente – basta apontar, ajustar a iris e foco por comando
Monitor Capacitivo Sensível ao Toque
  • A tela de toque de 5 polegadas permite ajustar uma tomada de cena, assim como reproduzir a partir do SSD usando os botões de controle de transporte abaixo da tela
  • Entre os dados da tomada e atualize os ajustes da câmera utilizando a tela capacitiva sensível ao toque
  • Toquue duas vezes na tela para aproximar a imagem para um foco rápido e preciso
  • A faixa de dados exibe informações incluindo os dados de gravação, ângulo do obturador, ISO, nível de bateria, tempo de gravação, etc
Inserção de Metadados
  • Possui inserção incorporada de metadados para que os arquivos incluam informações compatíveis com os populares softwares de edição
  • Acelera dramaticamente todo o processo de pós produção
  • Inserir metadados é simples – basta tocar na tela LCD capacitiva sensível ao toque para exibir a claquete onde as informações podem ser adicionadas, incluindo o número da tomada de cena, marcações de busca, número da cena, timecode e muito mais
  • Ajuste o número de tomadas e outros dados para incremento automático
  • Os metadados são compatíveis com os principais softwares de edição e são totalmente pesquisáveis, superando o consumo de tempo na busca por tomadas específicas durante a edição de um projeto
Gravador SSD
  • O gravador SSD incorporado utiliza SSDs de 2,5 polegadas de baixo custo
  • Permite captura 2,5K CinemaDNG RAW 12-bit sem compressão, assim como formatos com compressão como o Apple ProRes e AVid DNxHD
  • Reproduza diretamente da câmera, monte o disco em qualquer computador, ou utilize o HyperDeck Studio Deck Blackmagic Design
  • Grave mais de cinco horas num único SSD de 480 GB com os formatos de vídeo Apple ProRes e Avid DNxHD
  • Todos os formatos de vídeo são compativeis com os padrões abertos utilizados pela maioria dos softwares NLE profissionais
  • Ao finalizar a captura, basta conectar o SSD ao computador e editar ou colorir as tomadas diretamente do disco
Conectores
  • Utiliza apenas conexões padrão. Não requer cabos personalizados
  • Duas entradas balanceadas de microfone/linha para gravação de áudio sem compressão de alta qualidade
  • Saída SDI 3Gb/s para monitoração em locação ou para envio de imagens para um switcher de produção
  • Inclui entrada de 12 a 30 VDC para alimentação e carga da bateria
  • Saída de fone de ouvido Estéreo mini (3,5mm)
  • Controle remoto LANC e porta Thunderbolt de alta velocidade para captura em computador

02

Formatos de Arquivos Abertos
  • A Câmera utiliza formatos de arquivo padrão
  • Gravando em resolução 2,5K nativa utiliza o formato aberto CinemaDNG, produzindo qualidade de gravação RAW full 12-bit
  • Escolha a gravação em 1080HD em formatos de vídeo comprimidos ProRes e DNxHD para uma compatibilidade ainda maior
Softwares inclusos
  • Software integral DaVinci Resolve 9.0 incluindo o dongle Resolve USB para Mac e Windows
  • Grave imagens com grande alcance dinâmico e tome decisões de correção posteriormente em pós-produção
  • Software Media Express para captura de vídeo da porta Thunderbolt da câmera
  • O UltraScope oferece monitoração tecnicamente precisa de forma de onda
  • Conecte a câmera a qualquer computador utilizando o Thunderbolt para exibir seis scopes ao vivo em um único monitor
  • Utilize o UltraScope no set ou em qualquer locação para medições de de sinal de parade, formade onda, vectorscópio e histograma
  • Inclui monitoração picture view, nível de áudio e fase

 

Uma boa notícia para aqueles que se preocupam com a moda dos 4K  é que testes mostram que o material da Blackmagic Cinema Camera filmado em 2.5K produz resultados ótimos quando convertido para 4K.

Resumindo, a Blackmagic Cinema Camera tem o potencial de oferecer um nível de qualidade inédito para um equipamento nessa faixa de preço. Mas não é uma câmera para iniciantes. É um equipamento verdadeiramente profissional que exige profissionais experientes para tirar o máximo proveito.

Fonte: oeditor

Tutorial para transmissão de cultos ao vivo