Matrox exibirá codificadores para broadcatsers na NAB 2017

O Matrox Monarch HDX permite, por exemplo, realizar a integração de closed captions durante a gravação ou transmissão por streaming

A Matrox exibirá na NAB 2017 algumas de suas soluções voltadas para broadcasters, como o Monarch HDX, produtos para legendagem ao vivo na internet, além de dispositivos H.264 de gravação e transmissão.

O Matrox Monarch HDX é um codificador de dois canais para entrega de vídeo para fluxos de trabalho de grande demanda, como para broadcasters. Ele pode realizar a integração de closed captions durante a gravação ou transmissão em streaming. Ao recuperar os dados de closed captions do SDI VANC, as legendas do produto podem ser transmitidas por streaming para plataformas de vídeo como YouTube e Ustream, servidores de mídia como o Wowza ou para uma variedade de CDNs. Os arquivos MOV/MP4 conservam as legendas que podem ser incluídos nos conteúdos VOD ou arquivados no fluxo de trabalho.

Outro lançamento exclusivo será o codificador Maevex 6150, capaz de capturar, codificar e gravar até quatro entradas em 4K. O equipamento permite transmissão em streaming e gravação de quatro ou mais canais simultaneamente em alta qualidade e baixa taxa de bits, montagem em rack de 1U com densidade dupla. Ele também trabalha com múltiplos protocolos, tem compatibilidade com outros hardwares e softwares para codificação e oferece entrega de conteúdo de vídeo em nuvem, além de ser controlado pelo software PowerStream Plus.

Além disso, a empresa exibirá o Monarch LCS, que possui fácil configuração e pode ser integrado a qualquer sistema de gerenciamento de vídeo (VMS) ou sistema de gerenciamento de leitura (LMS). A aplicação permite a incorporação de vídeo de qualquer câmera SDI ou HDMI, além de conteúdo de apresentações em um computador através de uma conexão HDMI. As entradas podem ser codificadas separadamente ou sincronizadas para seu uso com os players de vídeo multi-stream mais recentes. Além disso, as entradas podem ser combinadas antes da codificação em uma grande variedade de esquemas de produção, incluindo picture-in-picture e side-by-side, para seu uso com players de vídeo padrão.

Os sistemas de escalonamento descentralizado e redução de ruído garantem que os codificadores recebam apenas imagens cristalinas. Para o streaming, o dispositivo usa os protocolos RTSP e RTMP para oferecer transmissões ao vivo para servidores locais como CDNs na nuvem. Em aplicações de gravação, o Monarch LCS permite a gravação de arquivos MP4 ou MOV diretamente à drives da rede, eliminando a necessidade de transferência de arquivos pós-leitura, ou em cartões SD e drives USB.

Já o Monarch HD é ideal para instalações simples com um única entrada HDMI necessária para ser transmitida pelo Facebook Live ou pelo YouTube Live enquanto é realizada a gravação em alta qualidade para edição posterior. O dispositivo utiliza a entrada HDMI e gera um stream codificado com protocolos IP (RTSP ou RTMP). Codificando o vídeo com uma taxa de bitrates compatível para o streaming ao vivo, o Monarch HD grava um arquivo em alta qualidade (MP4 ou MOV) para um cartão SD, um pen drive ou uma unidade em rede.

 

Fonte: Panorama Audiovisual