Riedel entra para aliança que impulsiona migração do SDI para o IP

A AIMS conta com grandes nomes como Imagine, Grass Valley, SAM, Lawo, Panasonic, Sony, entre muitos outros

A Alliance for IP Media Solutions (AIMS) acaba de incorporar a Riedel Communications à sua lista de membros. Fundada em 1983, com sede em Wuppertal (Alemanha), a Riedel é reconhecida como uma das fabricantes pioneiras em soluções para redes de áudio, vídeo e comunicações em tempo real, em particular, nos sistemas de matriz de áudio digital e de mídia baseada em fibra óptica.

Seus produtos e tecnologias, incluindo o MediorNet – a primeira rede de vídeo baseada em fibra para o transporte de sinais -, são amplamente usados em todo o mundo nos mercados de broadcast, áudio profissional, eventos, esportes e aplicações de segurança.

“Sempre nos dedicamos para facilitar fluxos de trabalho confiáveis e versáteis que cumpram com os requisitos particulares de nossos clientes”, diz Lars Hoehmann, diretor do produto MediorNet na Riedel. “Ao entrarmos para a AIMS, aumentamos o suporte aos nossos produtos, oferecendo à nossos clietnes mais benefícios quanto à soluções de comunicações baseadas em padrões abertos ao mesmo tempo que oferecemos novos sistemas plug-and-play. Nosso objetivo, como uma fornecedora de soluções, é garantir seus investimentos e apoiá-los em sua migração para infraestruturas IP”, garante.

Os esforços da AIMS são centrados em promover a adoção, padronização, desenvolvimento e aperfeiçoamento dos protocolos abertos para meios de comunicação relacionados ao mundo IP, com ênfase inicial nos protocolos VSF TR-03 e TR-04, SMPTE 2022-6 e AES67. As emissoras e outras companhias de mídia estão aproveitando a tecnologia IP para aumentar a flexibilidade de suas redes, ajudando a simplificar os fluxos de trabalho e melhorar a agilidade para competir melhor em um ecossistema que evolui rapidamente. Os padrões abertos são a chave para proteger os investimentos atuais e garantir a interoperabilidade à longo prazo.

A utilização dos padrões abertos para a transição IP já estão acontecendo por parte dos 77 membros do Video Services Forum (VSF) com o apoio de organizações como a SMPTE e a UER. A AIMS respalda o trabalho da VSF e continuará prestando apoio com o desenvolvimento de um padrão focado para o IP, garante a associação.

Para mais informações sobre a aliança, acesse www.aimsalliance.org

Fonte: Panorama Audiovisual